Fisioterapia para Alzheimer

Como a fisioterapia pode ajudar pessoas autistas

O Alzheimer é uma doença neuro-degenerativa que provoca o declínio das funções cognitivas, reduzindo as capacidades de trabalho e qualquer tipo de comunicação social, interferindo no comportamento e personalidade da pessoa que possui.

De início, o paciente começa a se esquecer de acontecimentos recentes, como uma refeição que acabou de fazer, ou uma ação feita recentemente, porém acontecimentos passados ele ainda se lembra. Porém, a condição tende a se agravar com o tempo.

O tratamento fisioterapêutico para o tratamento do Alzheimer é indicado para pacientes em estágio inicial da doença, sendo realizado algumas vezes na semana.

Existem diversos profissionais especializados na área, prontos para atender aos pacientes que possuem a doença. A seguir, veja mais informações sobre o Alzheimer e como funciona seu tratamento.

Como o Alzheimer pode se agravar e piorar a situação do paciente?

Com a evolução da condição, o Alzheimer pode causar um grande impacto no cotidiano da pessoa que possui, afetando a capacidade de aprendizado, comunicação, orientação, atenção, compreensão e linguagem.
O paciente fica cada vez mais dependente da ajuda de familiares e amigos para praticamente todas as tarefas, até mesmo para realizar sua rotina básica como higiene pessoal e alimentação.

O Alzheimer é a causa mais comum de demência – distúrbios cerebrais que causam a perda de habilidades intelectuais e sociais. Na doença, as células cerebrais se degeneram e morrem, causando um declínio constante na memória do paciente e em sua função mental.

Como funciona a fisioterapia para o tratamento do Alzheimer?

O tratamento para o Alzheimer por meio da fisioterapia deve ser realizado, no mínimo, duas vezes por semana em pacientes que se encontram em fase inicial da doença, e apresentam sintomas como dificuldade para andar e se equilibrar, mantendo sua autonomia por um maior período de tempo.

Porém, quando o paciente já se encontra em uma fase avançada e numa fase de não conseguir levantar de sua cama, por exemplo, é essencial que ele realize fisioterapia diariamente com um profissional, para evitar outras complicações.